terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Independência ou Marte - Retrospectiva dos Festivais 2009

O Independência ou Marte terá uma série de retrospectivas com os programas dos principais Festivais que participou no ano de 2009, com músicas gravadas Ao Vivo, além de entrevistas e sonoras, registrando os eventos, os artistas participantes, entre outros momentos transmitidos na ocasião na Rádio Fora do Eixo e na Rádio Abrafin. As edições produzidas mesclam gravações na estrada e transmissões nos estúdios, com a cobertura dos festivais Goma/Bananada em Uberlândia (MG) e Goiânia (GO), Varadouro em Rio Branco (AC), Festival Contato em São Carlos (SP) e o Jambolada/Calango em Uberlândia (MG) e Cuiabá (MT), Eles vão ao ar na Rádio UFSCar nas próximas segundas-feiras às 22h, com reprise as sábados às 15h e ficam novamente disponíveis no blog do projeto. Em janeiro, as edições inéditas e Ao Vivo voltam, focando no maior festival integrado do país, o Grito Rock e com muitas outras novidades. Continuem sintonizados.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Massa Coletiva na SEDA 2009

Por Rafael Rolim

O ano finda, mas o Massa Coletiva segue trabalhando e articulando os projetos para 2010. Mais uma vez na estrada, o coletivo enviou para Cuiabá Rafael Rolim, onde está acontecendo nesta semana a quarta edição da SEDA - Semana de Audiovisual, no Museu da Imagem e Som da capital matogrocense (MISC).

Desde segunda feira (14) alguns dos principais agentes do Audiovisual no Circuito Fora do Eixo estão internados no museu, trabalhando o planejamento das ações do núcleo para 2010 e também experimentando uma oficina coletiva para os bem dispostos jovens da cidade.
As oficinas ocorrem todos os dias da semana, das 8h00 às 17h00, visando a realização de dois vídeos. Partindo da proposta dos próprios participantes, está sendo desenvolvido um videoclipe da banda cuiabana Rhox e um vídeo experimental que mescla sons do cotidiano em uma composição sonora.

O primeiro contou com mais de 50 colaboradores. Ao todo 15 câmeras das mais diferentes resoluções passearam pelos arredores do MISC gravando o que encontravam pela frente, ao som da música tema do videoclipe, "Erga a Cabeça". Além das câmeras, os participantes contavam com um aparelho de MP3, onde ouviam a música pontuada por algumas indicações, nas quais informava - dentre outras coisas - quando deveriam voltar para dentro do museu, onde encontraram os Rhox apresentando um show cenográfico para um público pra lá de agitado.
As gravações foram todas produzidas aos moldes de uma Flash Mob (interveção urbana de participação espontanea) e contou até com malabaristas em apresentações pirofágicas. Gravada em plano sequência, as imagens serão montadas para perceber-se que as várias câmeras gravavam ao mesmo tempo diferentes angulos e visões do centro cuiabano e também do show.



Já o vídeo experimental visa uma composição musical, mesclado sons urbanos, humanos e artisticos (contando até com um violinista). Os resultados dos dois vídeos foram apresentados no último dia da SEDA, domingo, no MISC, às 20h30.



O foco não era apenas as oficinas que o núcleo durável do Audiovisual Fora do Eixo se encontrou na terra do pé rachado. Todos os dias a partir das 18h30 é realizado um GT, onde o planejamento 2010 para o audiovisual da rede esta sendo desenvolvido. Os encontros já passaram pelos temas Produções Colaborativas, Documentários no CFE e Circulação e Distribuição. As discussões ainda englobarão os temas Sustentabilidade e Transmissões ao Vivo. A meta do grupo é chegar ao domingo com uma atualização do Plano de Metas do Núcleo Audiovisual FDE para 2010.

Sempre depois do GT, o público da SEDA pode assistir à mostra audiovisual, que conta com uma curadoria pré-produzida mas sempre aberta ao free style projection, ou seja, todos podem sujerir e apresentar vídeos.

Após as sessões, o público pode curtir alguns pocket shows no pátio do museu. A abertura das apresentações musicais foi realizada na quarta-feira, com a Discotecagem Radiofônica do projeto sãocarlense Independência ou Marte.

Confira aqui no blog até o fim da semana as últimas informações da participação do Massa Coletiva na SEDA, e também a cobertura diária no blog e no twitter do evento.

fotos: Dríade Aguiar

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Fora do Eixo São Paulo se articula para expansão da rede

Por Sarah Mascarenhas
No último dia 6 de dezembro 3 novos pontos Fora do Eixo surgiram no estado de São Paulo, coletivo Enxame em Bauru e o Colméia em Ararquara, e a capital também reconhece seu novo ponto com Amêre-Beta. Estes novos parceiros que podem agilizar muito as rotas de circulação pelo interior paulista. O Massa Coletiva durante esta semana tem visitado estas cidades.

Coletivo Enxame - Bauru(SP)

foto: Daniela Teixeira

Terça-feira dia 15 a passagem foi em Bauru para uma reunião com o coletivo Enxame, que está super disposto a participar forma ativa e propositiva para a circulação de artistas da Agência Fora do Eixo. Além disso já garantiu sua inscrição pro Grito Rock América Latina 2010.

Na quarta-feira a visita foi na Colméia de Araraquara, o encontro aconteceu no MIS - Museu de Imagem e Som. O coletivo é formado basicamente por duas bandas e três grupos de teatro que fomentam a atividade cultural na cidade. Os parceiros são o já conhecido espaço Kruppa, e alguns eventos no Teatro Wallace. Lá o Grito Rock este ano fica sob a responsabilidade deste no Ponto Fora do Eixo.


Coletivo Colméia -Araraquara(SP)

foto: Sarah Mascarenhas


Hoje Felipe Silva está na capital afinando as discussões sobre o Grito Rock São Paulo e as articulações para o 2º Festival Fora do Eixo que promete expandir com força total atingindo o eixo com a diversidade dos artistas Fora do Eixo.


Na semana que vem a missão segue para Rio Claro, que organiza o Festival Rock Feminino e o Grito Rock e Franca para se reunir com o coletivo Guerrilha Gig.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Por Sarah Mascarenhas

O Massa Coletiva está semana está na busca de finalizar o ano com tudo em dia. Para que isso aconteça alguns de nós estão por aí, como o Rafael Rolim , que participa da SEDA - Semana do Audiovisual em Cuiabá.

Na Hellcitty também está Jovem Palerosi que foi na missão de fazer a cobertura do Consciência Hip Hop, ministrar oficinas no Pontão de Cultura Ação Cultural e acabou extendendo a estadia para a já citada SEDA.

Segue o vídeo com depoimento do Rafael Rolim no blog da SEDA

domingo, 13 de dezembro de 2009

Feira Música Brasil 2009

por Sarah Mascarenhas

Hoje é o encerramento da Feira Música Brasil no Recife. Este ano foi a segunda edição do evento que já abriu inscrições para ser recebida em outras cidades no próximo ano, confira mais informações por aqui.

As apresentações musicais também se encerram hoje e a curadoria contemplou a diversidade. Até certo ponto de maneira exagerada, indo dos locais Nacão Zumbi, Mundo Livre à Pitti, Strike, Fresno, Orquestra Sinfônica do Recife. Símbolo de que faltou esta programacão estar mais integrada as discussões das novas formas de gestão de bandas e produtores, enfim ficou um pouco desconectada dos debates propostos nas oficinas e mesas sobre o rumo da música brasileira.

O tema da Feira este foi: "A música tocando negócios" e o comentário geral foi que o resultado dos negócios superou as expectativas. A organização contou com a participação do IBGE para um levantamento específica da movimentação durante estes 4 dias.

No âmbito político a Feira também obteve rendimento satisfatório com as reuniões da Rede Música Brasil. No último encontro foi definido o Colegiado Eleitoral para a Pré-Conferência Setorial de Música.




Oficina de Produção Radiofônica em Cuiabá (MT)

Este ano foi marcado pelo início das atividades da Oficina de Produção Radiofônica do Independência ou Marte, finalizando com mais um intensivo no Pontão Ação Cultural, em Cuiabá (MT).

As oficinas são divididas em 3 módulos: o primeiro conceitual/teórico sobre a democratização dos meios de comunicação, cultura livre, midialivrismo e convergência midiática, através da experiência de implantação da Rádio UFSCar, do Independência ou Marte, e do trabalho integrado e colaborativo realizado pelo Massa Coletiva e o Circuito Fora do Eixo, além de outros portais que se utilizam do Creative Commons e outros macanismos de compartilhamento de arquivos, com foco em Web Radio. No segundo módulo, são passados conceitos e fundamentos de áudio, com os equipamentos analógicos e os softwares livres utilizados para gravação, edição e transmissão, partindo para a prática. Já no terceiro, acontece uma fusão entre as idéias e ferramentas apresentadas, com a realização de programas propostos pelos alunos, que são finalizados em formato de podcasting.

Nesta última oficina do ano, os participantes, além de desenvolverem diversos roteiros, propuseram que a realização fosse um programa coletivo chamado Oficina Popular, com a síntese das idéias debatidas em sala, registrando o momento de troca de experiências.

Escute aqui:

Para saber mais, acesse o Tecnologia de Marte.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Feira Música Brasil 2009 acontece no Recife.

Por Felipe Silva

Stande do Circuito Fora do Eixo
foto por Sarah Mascarenhas

Quando se atua na perspectiva de trabalho em rede, de forma integrada à um movimento como o Circuito Fora do Eixo, a circulação deve ser encarada como um elemento vital do processo de produção. Dessa forma seja através dos projetos Independência ou Marte, responsável pela transmissão ao vivo de vários festivais de música do Brasil, com o show da banda Plano Próximo, que em 2009 passou por vários estados brasileiros ou pela atuação direta do coletivo em eventos por todo o país, o Massa Coletiva ao longo de 2009 acompanhou de perto a principal plataforma de circulação e articulação da Música Brasileira que são os festivais independentes. Depois de passar por Bananada, Festival Goma, Festival Escambo, Feira da Música de Fortaleza, Porão Do Rock, Varadouro, Festival Contato, Jambolada, Calango, Demosul e Goiânia Noise, encerramos as nossas atividades de circulação este ano marcando presença na Feira Música Brasil que está acontecendo em Recife (PE).

Reunião Fora do Eixo na Feira Música Brasil
foto por Sarah Mascarenhas


A Feira é um rico ambiente de negócios, trocas de contatos e tecnologias e está dividida entre um pavilhão de exposições, que conta com um estande do Fora do Eixo, um grande palco aberto no Marco Zero no centro histórico do Recife além de espaços ocupados na cidade seja para debates e atividades de formação ou atividades políticas.

Esse ano foi de suma importância para a organização setorial da música brasileira, marcado pelo início das atividades da Rede Música Brasil. A Rede é um fórum repres entativo surgido a partir do aglutinamento de entidades nacionais que abrangem um espectro completo da cadeia produtiva da música e que chanceladas pela FUNARTE gerirão um projeto de sistematização de pautas e reivindicações da Música no ambiente que antecede a Segunda Conferência Nacional de Cultura. As discussões começaram em uma lista de emails e foram publicadas através da migração para o Fórum da Rede Música no portal culturadigital.br. Além disso, encontros presenciais ao longo dos maiores festivais de música do Brasil, garantiram a elaboração de um documento apresentando os Dez pontos de pauta para o estabelecimento de políticas públicas para a música em 2010.

Coletiva de Imprensa com Juca Ferreira
foto por Sarah Mascarenhas

O grande evento da área da música é a Feira Música Brasil realizado pelo governo federal. Em sua participação, o Ministro Juca Ferreira ouviu de cada uma das entidades representadas na Rede os dez pontos propostos, e e os aprovou publicamente em sua coletiva de imprensa. Um dos pontos inclusive, o da criação de um Fundo Setorial da Música vinculado ao Fundo Nacional de Cultura, já seria contemplado e pronto pra ser noticiado pelo Ministro que o anunciou durante coletiva de imprensa,apresentando o valor inicial previsto em orçamento de R$ 872.000,00.

Show André Abujamra no Marco Zero
foto por Sarah Mascarenhas


A programação musical da Feira Música Brasil também vem lotando o Marco Zero do Recife com grandes shows e o projeto Conexão Vivo promoveu um interessante circuito “off feira” ocupando casas noturnas e outros espaços culturais no Recife Antigo.Macaco Bong no Marco Zero
foto Sarah Mascarenhas

As atividades continuam até o próximo domingo e na edição#126 do programa Independência ou Marte nesta segunda-feira às 22h, você acompanha a cobertura musical do evento.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

V Festival Consciência Hip Hop

Jovem Palerosi

Massa Coletiva se conectando dos vários cantos do país. De volta a Cuiabá, agora no V Festival Consciência Hip Hop, que aconteceu no bairro de São João del Rey, inaugurando o novo Centro Esportivo e Cultural da CUFA – Central Única das Favelas do Mato Grosso, realizadora do evento. Bem mais afastado do centro, o evento se destaca ao trazer iniciativas a uma população muito interessada, mas carente de estímulos e iniciativas como esta, que através do trabalho coletivo, conseguem um resultado muito expressivo tanto em relação às expressões artísticas, quanto ao debate intelectual e a articulação política.

Nem a chuva que caiu em alguns momentos durante os dois dias foi suficiente para diminuir o calor das pessoas que se envolveram com o evento, desde as manhãs de sábado e domingo. B-boys, b-girls, grafiteiros, jogadores de basquete, Djs, Mcs, bandas, comunicadores, produtores; todo mundo junto, convivendo em sintonia. O espírito de união do movimento social fez a diferença em todos os sentidos.

Além da disputadíssima batalha de break, no sábado e domingo, rolaram mais de 15 apresentações de bandas e grupos influenciados pela cultural negra e suas fusões, dentro do tema da Cultura que Mistura. Muitos rappers da região outras cidades do estado e alguns convidados especiais, com o diferencial de trazer produções com influências de cultura regional, groove, soul, reggae, funk, hardcore, entre outros.

Tudo foi transmitido na Web Rádio Fora do Eixo e registrado também no especial que foi ao ar no Independência ou Marte#125, disponível no blog do projeto. Veja também a cobertura oficial do evento.fotos: Jovem Palerosi e Fernanda Quevedo

domingo, 6 de dezembro de 2009

Praça Saldanha Marinho recebe os Aeromoças de braços abertos

Por Sarah Mascarenhas

Ontem foi o encerramento do Festival Macondo Circus que acontece há 6 anos na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Filiado a Abrafin, é ainda um coletivo ligado ao Circuito Fora do Eixo, além do Macondo Lugar, ser associado das Casas Fora do Eixo , o bar é o ponto de convergência para a conexão com os novos modelos de gestão para a música independente.

Ontem foi a vez da banda de São Carlos se apresentar e deixar na memória de Santa Maria as marcas da música do interior paulista. A banda Aeromoças e Tenistas Russas foi a primeira do dia. O dia estava lindo e o show teve início às 6 da tarde, mesmo sem ser o auge a apresentação dos caipiras paulistas foi empolgante. Sem cd gravado, os Aeromoças preparam uma demo para trazer ao Macondo Circus, antes mesmo de ser anunciado que havia algumas cópias no microfone, o cd já estava esgotado.

Thiago Hard Aeromoças e Tenistas Russas
Foto Sarah Mascarenhas

O sol brilhando, a brisa pairando, o comentário que prevalecia sobre a música era "psicodélica esta banda" disse Alfa Canhetti, representante do Espaço Cubo de Cuiabá e Fora do Eixo Discos. Já o coordenador de planejamento do coletivo Lumo de Recife, se impressionou com as referências progressivas e lisérgicas e comentou: "bem Pink Floyd a influência da banda".

Os Aeromoças e Tenistas Russas aproveitaram a passagem pelo festival para lançar uma música nova que ainda não tem título, mas que traz um novo ar à musicalidade da banda, com muita referência eletrônica. A banda fez um show coeso, mas só para registro, o hit da ATR, o samba ficou fora do setlist deste show, infelizmente, mas fica ai o convite a ir a página no myspace dos artistas.

Aeromoças e Tenistas Russas na Coletiva
Foto Sarah Mascarenhas

O Festival trouxe de forma bem amarrada também a integração de diversas expressões artísticas como a música, o teatro, artes visuais, além da proposta surpreendente da Cobertura Colaborativa, que demonstra o grau de envolvimento que o Macondo coletivo tem com a rede nacional. Nesta cobertura participaram diversos estudantes de comunicação e alguns produtores audiovisuais da cidade, que aplicavam suas habilidades específicas de maneira compartilhada. A dedicação da galera era 100%.

Teatro no Macondo Circus
foto Sarah Mascarenhas

Além dos estudantes poderem interagir com o processo colaborativo de produção de conteúdo o público não ficou de lado. Ao lado da mesa de som, tinha um espaço onde o qualquer pessoa podia passar as fotos tiradas em celulares para ser publicada no site. A equipe da Cobertura Colaborativa, mais uma vez estimulou a utilização de ferramentas tecnológicas de maneira inteligente e simples. Então era só passar pela mesa e enviar via bluetooth sua foto para equipe que organizava e já publicava no site www.macondocircus.com.

Sala da Equipe da Cobertura Colaborativa
foto Sarah Mascarenhas

Além dos shws na praça Saldanha, todas as noites se extendiam para o Macondo Lugar, alguns dos que passam por nestes dias foram: Pata de Elefante, Superguidis, Macaco Bong, Zefirina Bomba, Black Drawing Chalcks, Dinartes, O Melda, L.A.B e Frank Jorge. Macondo Lugar, Coletivo Circus, longa vida!!

sábado, 5 de dezembro de 2009

Aeromoças e Tenistas Russas: de São Carlos para Santa Maria

Sarah Mascarenhas

Na busca de estabelecer novos parceiros locais, resultados podem ser percebidos, como a aproximação da Banda Aeromoças e Tenistas Russas (ATR) com o Massa Coletiva. Circulam pelas rotas Fora do Eixo como uma das bandas revelações do cenário independente do interior paulista. A expectativa para este show é grande. O público do Macondo Circus procurou informações sobre a banda e a ansiedade pelo show acaba por ser mútua.

foto por João Moura

Além disso temos a realização em parceria, entre os Aeromoças e o Massa Coletiva, da Festa Massaroca, que aconteceram na casa dos integrantes da banda, já com 2 edições de sucesso a perspectiva é de que desta realação possamos colher ainda muito bons frutos.



A banda surgiu como muitas em São Carlos, grupo de amigos na universidade - UFSCar, que se uniram com a proposta de fazer música. Com boa receptividade desde os primeiros shows, passaram, a além de fazer versão de alguns sons, a compor seus próprios trabalhos transpondo toda a influencia do funck, samba rock, rock . O repertório próprio não se limita em ser uma banda de música instrumental ou cantada, os Aeromoças conseguem transitar pelas 2 vertentes com muito habilidade.

Fique atento pois os shows estão sendo transmitidos via WebRadio e também via WebTV confira tudo isso, sempre pela cobertura colaborativa no site do Macondo Circus.


quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Direto do Macondo Circus

Sarah Mascarenhas

É viemos à Santa Maria, Rio Grande do Sul para conhecer um dos pontos mais representativos atualmente no processo de construção da rede Circuito Fora do Eixo. Desde a chegada o fluxo de informações trocadas é intenso, muitas decisões para as próximas ações, pós congresso este foi o primeiro encontro presencial dos Pontos de Referência Regional.

O Macondo coletivo conseguiu uma parceria com o SESC, que cedeu espaço para as reuniões. Encontraram-se por volta de 12 coletivos, a missão é clara: fortalecer a região sul e expandir as rotas e pontos integrados ao Circuito. Caras novas surgiram, Satolep de Pelotas e Metropolitano de São Leopoldino contribuíram muito nas discussões.

Outro ponto marcante foi a sala onde a equipe da cobertura colaborativa se organizou, 20 comunicadores interagindo o tempo todo para colaborativamente na cobertura completa do evento.

Hoje começam os shows na praça, daqui a pouco começa a Bandinha de dar dó. Não perca a trasminssão ao vivo do festival pela WebRádio Fora do Eixo.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

VI Festival Macondo Circus

Acontece em Santa Maria (RS) de 02 a 05 de dezembro, o VI Festival Macondo Circus, que tem como proposta a reunião de música, artes visuais e teatro num contexto de integração com o cotidiano de vários espaços da cidade. O festival é realizado pelo Macondo Coletivo, núcleo de ação cultural que também possui uma casa noturana, o Macondo Lugar.
O Massa Coletiva estará participando do Festival desde o início, nas reuniões do Circuito Fora do Eixo. Além disso, ainda realizará a transmissão Ao Vivo dos shows no final de semana, e participará da cobertura colaborativa que foi proposta pelos organizadores. No site do Festival está disponível um formulário em que os interessados em colaborar, podem se cadastrar com suas habilidades específicas nas áreas de atuação.
Acompanhe a programação e fique antenado nas transmissões.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

15° Goiânia Noise Festival

O Massa Coletiva está no 15° Goiânia Noise Festival, considerado uma dos maiores do país, realizado pela Monstro Discos. Este ano, o grande diferencial é a 2ª Conferência Brasil Central Music, e a invasão da capital goiana, com a ocupação de galerias de arte, cinemas, casas noturnas e teatros, fazendo uma integração maior entre os entre diversas manifestações culturais, com foco na comemoração de mais uma data da iniciativa que começou em 1995.
A programação musical conta novamente com diversos artistas extrangeiros, além de interessantes parcerias entre projetos brasileiros e destaque para importantes representantes da cultura alternativa. Acompanhe a programação no site do festival e não perca a cobertura na próxima 2a feira às 22h no Independência ou Marte.

I Conaresol / III Enfac

Nos dias 26 e 27 de Novembro acontece em São Carlos o 1º Congresso Nacional de Economia Solidária, Resíduos e Reciclagem (Conaresol). O Evento é pioneiro ao trazer à luz a produção nacional científica e tecnológica acerca do tema - uma das pautas mais importantes do novo século – ou seja , as tecnologias em reciclagem de residuos para geração de trabalho e renda no âmbito da Economia solidária.

Já no dia 28, será realizado o 3º Encontro de Formadores e Apoiadores de Empreendimentos de Catadores (III ENFAC). No evento serão apresentadas experiências da prática dos diversos agentes (catadores, apoiadores, assessores, gestores públicos) que apoiam a formação e desenvolvimento de empreendimentos decatadores.

Espera-se que a realização em sequência dos dois eventos - um de caráter técnico científico, de temática geral em Economia Solidária, Resíduos e Reciclagem e o outro específico sobre o cotidiano do apoio e atuações nos empreendimentos de catadores - possam contribuir para a reflexão e para a incorporação dos produtos gerados pela comunidade científica nas práticas na produção de tecnologias de reciclagem e economia solidária. Espera-se também que os eventos possibilitem a elaboração de encaminhamentos conjuntos entre estes diversos atores, para a promoção de autonomia aos catadores e catadoras e o fortalecimento dos empreendimentos destes trabalhadores na cadeia produtiva da reciclagem

Todos estão convidados a participarem dos dois eventos, CONARESOL e ENFAC. Venha contribuir para um mundo mais sustentável!

SERVIÇO:
CONARESOL
Local: Auditório Bento Prado Jr. (UFSCar - Norte)
Data: 26 e 27/11
Hora: 08h00

ENFAC
Local: Auditório Bento Prado Jr. (UFSCar - Norte)
Data: 28/11
Hora: 08h00

Veja a programação completa em www.conaresol.ufscar.br

sábado, 21 de novembro de 2009

Massa Coletiva no Demosul 2009


O Independência ou Marte, representando o Massa Coletiva, está no 9o Festival Demosul, realizado em Londrina (PR) pela Braço Direito Produções, em parceria com o Coletivo Alona.
Serão 21 shows neste final de semana, a acontecerem nos dois palcos montados no Grêmio Recreativo da cidade. Fiquem antenados nas transmissões no Portal Fora do Eixo e no especial do programa#123 desta 2a feira às 22h na Rádio UFSCar. Em breve, mais atualizações de tudo isso.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Palquinho Maluco Amazônico

O Massa Coletiva tem o prazer de realizar mais um Palquinho Maluco, com convidados do norte do país, representando os coletivos Catraia e Palafita, de Rio Branco (AC) e Macapá (AP), respectivamente.
As bandas estão em breve passagem pelo estado de São Paulo, onde se apresentam também no Seminário Internacional de Cultura Digital na capital, e no Espaço Cidadão do Mundo, em São Caetano do Sul.
Venha conhecer o groove-funk-brega do Caldo de Piaba e a psicodelia pop rock do Mini Box Lunar
Imperdível!!!!

Terça-feira, 17/11, às 23h
Bandas: Caldo de Piaba (AC) + Mini Box Lunar (AP) + Discotecagem Radiofônica Independência ou Marte
Palquinho da UFSCar
Gratuito

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

2°Observatório Fora do Eixo - Conferência Livre de Comunicação para Cultura

Depois da pauta Economia Solidária na primeira edição, o Observatório trabalhará o formato de Conferência Livre de Comunicação voltada para a cultura


A procura de estabelecer um núcleo de pesquisa que apresente e estude estas novas tecnologias sociais, o Circuito Fora do Eixo inaugurou no início de agosto o projeto Observatório Fora do Eixo, tendo todos os debates permeados pelo âmbito da Ecosol - Economia Solidária. Desta vez, abre as portas para uma das frentes que tem se desenvolvido ao longo do ano - A Comunicação.

A proposta central continua focada em estimular a difusão, análise e sistematização do conhecimentos produzidos neste período, através de seminários e debates virtuais. O objetivo é nitido, promover a troca de conhecimento, experiências - e claro, tecnologias -, ação típica deste movimento.

Assim como a sua primeira edição, a plataforma que receberá o projeto será o Portal Fora do Eixo - o conector virtual de todos os 50 pontos coletivos integrados a rede. Todas as palestras serão transmitidas via Web Rádio Fora do Eixo, enquanto as dúvidas e sugestões serão enviadas via Freenode (plataforma de bate-papo), na sala do Observatório.

O Observatório acontecerá de 16 a 20 de novembro, no formato de Conferência Livre de Comunicação para a Cultura, que privilegia ainda os temas relacionados a CONFECOM - Conferência Nacinal de Comunicação e estimula debates que fomentam questões da Comunicação Social. Para tanto, foram convidados especialistas nesta área, divididos entre os eixos "Movimentos da Comunicação Social", "Rádios e Tv's Comunitárias", "Laboratórios de Comunicação Universitária", "Portais e redes de movimentos livres", finalizando com "Software Livre", tema que atualmente são amplamente discutido pelos participantes da rede, desde o 2º Congresso Fora do Eixo, no fim de setembro, em Rio Branco, Acre.

Metodologia - Nos cinco dias em que acontecem, as atividades se iniciam às 20:00 (horário de Brasília), e cada um deles é dividido em dois momentos: os Grupos de Discussão (GDs) e Grupos de Trabalho (GTs). Cada dia será mediado por um agente do Circuito, além de contar com uma palestra do convidado. Os cinco grupos de trabalho são Redação, Audiovisual, Web Rádio, Agência e Fora do Eixo Card (no mesmo dia) e finalizando Fora do Eixo Discos e Sonorização. Os dois últimos grupos serão abordados pela perspectiva de trabalho do núcleo de Assessoria de Comunicação do Circuito.



+ Como Participar

+ Sobre o Circuito Fora do Eixo

+ Sobre o portal Fora do Eixo



Programação do Observatório: Conferência Livre de Comunicação


SEGUNDA-FEIRA (16/11)
"Movimentos da comunicação social" - Estudantil, Software Livre, Mídias independentes

GD - Jonas Valente (Intervozes e Confecom)

Locução: Sarah Mascarenhas
(Massa Coletiva)

Mediação: Marielle Ramires (Espaço Cubo) e Débora Andrade (Goma Cultural)

GT - Redação + Fora do Eixo Card - Sarah
Mascarenhas (Massa Coletiva)


TERÇA FEIRA (17/11)

"Rádios e TV´s comunitárias/livres/solidárias"

GD - Josué Franco Lopes (Coordenador de comunicação da ABRAÇO Nacional)

Locução: Felipe Silva (Massa Coletiva)

Mediação: Laura Morgado (Lumo Coletivo) e Talles Lopes (Goma Cultural)

GT - WebRádio + Fora do Eixo Card - Ney Hugo



QUARTA FEIRA (18/11)

"Comunicação, Cultura e Universidade"

GD - Mariana Pezzo - Diretora de Comunicação UFSCar

Locução: Jovem Palerosi (Massa Coletiva)

Mediação: Carol Tokuyo (Massa Coletiva) e Lenissa Lenza (Espaço Cubo)

GT - Audivisual/WebTV
+ Fora do Eixo Card - Thiago Dezan


QUINTA (19/11)

"Portais e redes de movimentos livres/alternativos/ independentes/solidários"

GD - Vicente (Coolivre) + Daniel Tygel - (FBES - Forum Brasileiro de ECOSOL)

Locução: Carol Tokuyo (Massa Coletiva)

Mediação: Marielle Ramires (Espaço Cubo) e Lenissa e Lenza (Espaço Cubo)


GT - Assessoria Fora do Eixo - Agência + Fora do Eixo Card - Dríade Aguiar


SEXTA (20/11)

"Software Livre"

GD - Sérgio Amadeu- Sociólogo e Professor da Pós-Graduação da Faculade Cásper Líbero

Locução: Felipe Silva (Massa Coletiva)

Mediação: Sarah Mascarenhas (Massa Coletiva) e Daniel Roviriego (Massa Coletiva)

GT - Assessoria Fora do Eixo - Discos + Sonorização + Fora do Eixo Card - Letícia Spíndola (Coletivo Bigorna)



MAIS INFORMAÇÕES

O Observatório Fora do Eixo Card acontecerá de 16 a 20 de novembro, das 20h às 22h30.

Os seminários e bates papos poderão ser acompanhados através da Rádio Fora do Eixo, no www.foradoeixo.org.br



http://i429.photobucket.com/albums/qq19/lumocoletivo/Compactorec-headnewsletterrinoceron.png

Após lançamentos de bandas renomadas do cenário independente nacional, como o Porcas Borboletas, no qual foram registrados mais de 3.000 downloads, o Compacto.REC deste mês disponibiliza na íntegra o primeiro registro físico da banda gaúcha Rinoceronte, que atua com o Coletivo Macondo, de Santa Maria.


Rinoceronte (RS) por Sala de Imprensa Calango 2009.
Banda Rinoceronte - Lançamento deste mês do Compacto

Fomentar produções que apresentem uma qualidade estética superior, e que não estejam necessariamente ligadas aos grandes centros políticos: a concepção do Circuito Fora do Eixo encontra um dos seus maiores expoentes na banda Rinoceronte, de Santa Maria, cidade gaúcha de apenas 270 mil pessoas, mas que se encontra em posição estratégica, no centro do estado.

A banda, que investe numa sonoridade que vai na contramão dos moldes do já estabelecido ''rock gaúcho'' - que geralmente privilegia referências oitentistas e brit-pop - se coloca num espaço que fica entre o rock setentista e o stoner rock contemporâneo, influência comprovada atémesmo na presença de palco dos integrantes da banda.

MACONDO COLETIVO
Além dos palcos, a banda integra as ações do Macondo Coletivo, coletivo integrado ao Circuito Fora do Eixo e que atua desde 2004 na produção cultural independente, agregando transversalidade das artes, através de ações que englobam os campos da música, teatro, artes plásticas, cinema, entre outros. Juntamente com as atividades, o coletivo também desenvolve o Festival Macondo Circus e espaços como a Sala Dobradiça, espaço expositivo potencialmente flexível que visa a difusão de propostas visuais de artistas novos, tanto do Brasil quanto do exterior.

O Macondo Coletivo integra o Circuito Fora do Eixo, que é uma rede de trabalhos concebida por produtores culturais das regiões centro-oeste, norte e sul no final de 2005. Começou com uma parceria entre produtores das cidades de Cuiabá (MT), Rio Branco (AC), Uberlândia (MG) e Londrina (PR), que queriam estimular a circulação de bandas, o intercâmbio de tecnologia de produção e o escoamento de produtos nesta rota desde então batizada de Circuito Fora do Eixo.


COMPACTO REC


O Compacto REC é um projeto que teve início em 2007, com o objetivo de lançar singles virtuais em rede, através dos veículos de comunicação integrados ao Circuito Fora do Eixo. A primeira banda lançada foi a Madame Saatan (PA). Na seqüência vieram artistas de todas as regiões do país como as elogiadas Bang Bang Babies (GO) e Filomedusa (AC). Os últimos lançamentos deste ano foram Porcas Borboletas (MG) e Boddah Diciro (TO). Com a liberação dos fonogramas para downloads, o projeto alinha uma iniciativa de trocas para remunerar o autor do trabalho em um sistema de economia solidária, pautado na oferta de serviços e produtos integrados ao Circuito Fora do Eixo.

SOBRE O CD

Rinoceronte (RS) por Sala de Imprensa Calango 2009.

O primeiro lançamento da banda mostra amadurecimento em termos de qualidade técnica e estética. O garage/stoner da banda consegue aliar momentos de peso que soam quase heavy metal, como em "Anda no Ar", com passagens que imprimem uma abordagem mais pop ao estilo, como nos vocais de "Chaves e Segredos". Fechando ainda o disco, há toda a energia rocker de "O Choque", que cumpre o prometido pela banda. Um ponto importante a ser destacado na produção do CD é o conceito visual da capa, elaborado pelo coletivo de designers Bicicleta Sem Freio, cujo trabalho pode ser visualizado no clipe da música "My Favorite Way", da banda Black Drawing Chalks (GO), videoclipe que concorreu na edição de 2009 do VMB nas categorias Aposta MTV, Rock Alternativo e Videoclipe do Ano. A banda, que está na Coletânea Fora do Eixo 2009, terá o seu EP primeiramente disponível apenas para download, e será distribuído nacionalmente pela Fora do Eixo Discos.

Acesse e baixe o EP Rinoceronte: http://compactorec.foradoeixo.org.br

terça-feira, 10 de novembro de 2009

III Festival Rock na Estação

Neste sábado e domingo, 14 e 15 de novembro, acontece a 3a edição do Festival Rock na Estação. O evento é gratuito na Estação Cultura, à partir das 15h e conta com mais de dez bandas independentes de todo o país, selecionadas à partir de inscrições, além de duas atrações convidadas.
No sábado, após o término dos shows, acontece no Armazém Bar a festa do evento, com show do Crazy Legs, clássica banda de rockabilly, e no domingo, para finalizar o evento em grande estilo, o show do gaúcho Wander Wildner, lançando o seu Dvd "Aventuras de um Punk Brega".
O evento está sendo produzido pelo Cultura Independente, idealizador do Festival e pelo Massa Coletiva, e é realizado pela Prefeitura Municipal e pelo Sesc São Carlos. Prestigie!!!!

14 e 15/11 - Sábado e Domingo, às 15h
Plataforma da Estação Cultura, Praça Antônio Prado, s/n.
Gratuito

14/11 - Sábado, às 23h - Festa com a banda Crazy Legs
Armazém Bar, Rua 7 de Setembro, 2109, Centro.
R$ 10,00

informações: rocknaestacao@gmail.com

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Lançamento do Coletivo de Rock em Ribeirão Preto

O Massa Coletiva participa neste sábado em Ribeirão Preto (SP) do lançamento do Coperock, um coletivo de bandas para produção cultural, com o show da banda Plano Próximo e a Discotecagem Radiofônica Independência ou Marte.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Independência ou Marte#120 - Especial Festivais: Jambolada e Calango (pt.1)

Salves.
Independência ou Marte na estrada ((((())))). O programa#120 foi um primeiro mosaico das nossas vivências nos Festivais Jambolada e Calango, que aconteceram nos últimos finais de semana, em Uberlândia (MG) e em Cuiabá (MT), onde o programa foi editado e finalizado. Nos dois festivais, a nossa participação se deu de forma integrada com a Transmissão Ao Vivo na Rádio ABRAFIN e no Portal Fora Do Eixo.
Nesta edição, mais do que nossas locuções sobre tudo isso, o programa foi uma espécie de narrativa, à partir dos registros feitos Ao Vivo, com os bootlegs dos shows das bandas e participações dos entrevistados, procurando expandir também a fronteira da música para outras linguagens, como a poesia, que marcou presenca forte nos dois festivais. Semana que vem, ainda fica prometido uma 2a parte, com mais bandas, idéias mais aprofundadas e mais registros das ações do projeto, principalmente na relação crescente com as oficinas e atividades de midialivrismo.

ACESSE O BLOG

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Marcianos, Jambolões e as Estradas

por Jovem Palerosi

Dias corridos, produção intensa...pouco tempo inclusive para atualizar nossos meios. Aproveitando a longa viagem de ônibus entre Uberlândia/Cuiabá e a maravilha do notebook para atualizar nossas vivências, vamos vencendo a dificuldade da escrita na estrada esburacada. Estivemos na 5ª edição do Festival Jambolada como Mestres de Cerimônia desta bela celebração, que é um dos mais importantes do país, realizado pelos coletivos Goma e Valvulado.
Leia Mais...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Jambolada 2009 - A Integração

por Sarah Mascarenhas

O Massa Coletiva esteve em Uberlândia desde quinta feira, 21 de outubro, para participar da 5ª edição do Festival Jambolada. Este ano, a proposta da programação foi de trazer convidados que abordassem discussões acerca de assuntos como distribuição, direito autoral, cultura digital, e os rumos da webradio aliada ao uso de softwares livres, e outros assuntos durante o Jambo Verde e a Jambo Literária.
A nossa integração englobou ações de transmissão ao vivo via Web Radio e Independência ou MartehWeb Tv do Portal Fora do Eixo. A cerimônia foi comandada por Felipe Silva e Jovem Palerosi, do programa Independência ou Marte, mais uma vez invadindo o estado de Minas. Ainda para garantir a cobertura completa, a presença da redação Fora do Eixo também esteve por lá, através desta que aqui escreve e dos repórteres do Fora do Eixo Minas.
Nos debates, o Massa foi convidado a participar da mesa sobre Cultura Digital e os Meios de Comunicação. O integrante Daniel Roviriego falou sobre software livre e a experiência com rádios públicas, usando o exemplo da Rádio UFSCar.
Sobre os debates, pode-se perceber uma linha ideológica muito bem traçada para contribuir no processo de formação do posicionamento político para o Circuito Fora do Eixo.
Tivemos a presença de representantes do SEBRAE, MG, da UBC – União Brasileira dos Compositores e do MPB - Movimento Música Para Baixar; tudo isso foi muito bem complementado pelo olhar de um dos grandes ativistas nas discussões sobre o tema cultura digital, Claudio Prado.
O encontro Fora do Eixo Minas (FEM) teve a presença dos nove coletivos que formam a rede interna do estado. Para agregar mais conteúdo ao encontro, Eduardo Garbo do Fórum da Música de Minas Gerais (FMM) compareceu para discutir a inteiração entre o FEM e o FMM.
Sobre os shows, vale comentar a dimensão do espaço onde foi realizado o festival a Acrópole é gigantesca, e possibilitou que tivesse ampla praça de alimentação, um espaço voltado para comercialização de produtos dos coletivos e bandas (o Jambo Mix), além uma belíssima exposição do fotógrafo Hick Duarte e o Cine Jambolão organizado em parceria com Associação Cultural Nova Mídia, representado por Yara Magalhães.
No domingo, a expectativa ficou para as atividades do evento Arte na Praça, que mais uma vez teve a programação compartilhada com o Jambolada. Os artistas que passaram pelo palco do projeto fizeram a poeira subir literalmente na praça Sérgio Pacheco, e a energia do lugar lembrava uma tarde de carnaval. Maria Alcina finalizou as apresentações, e deixou o público com “fogo na bacurinha”. A organização do festival foi toda contagiada e a festa continuou numa "Jam-bolada" amistosa na sede do Goma.
A perspectiva de ter ido à Uberlândia, nos remete a encarar o desafio de construir a rede Fora do Eixo SP para promover a circulação dos artistas e príncipios do Cirfuito Fora do Eixo.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Massa Coletiva na 5ª edição do Festival Jambolada

O Massa Coletiva já está na 5a edição do Festival Jambolada, que acontece na cidade de Uberlândia (MG) e reúne debates e mais de 30 apresentações musicais de todo o país, com destaque para diversos artistas do contexto nacional e da música mineira, em mais de 30 apresentações, mostras, intervenções e outras proposições artísticas que estarão presentes no Acrópole nesta 6a e sábado e na praça Sérgio Pacheco no domingo. O festival se espalha pela cidade, com atrações voltadas ao hip hop, meio ambiente, entre outros, em diversos lugares da cidade, como a sede do Goma, a Universidade Federal de Uberlândia e o Museu Universitário de Arte daqui.
Estamos envolvidos na trasmissão e cobertura de rádio e tv, nos debates e em outras ações com os parceiros do Circuito Fora do Eixo. Acompanhe a programação no site do Festival e nas entradas Ao Vivo que acontecerão também na Web Radio Fora do Eixo.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Massa Coletiva completa 1 ano de atividades

por Jovem Palerosi

Em outubro de 2008, na sequência do segundo Festival Contato, diversos projetos, produtores e artistas da cidade de São Carlos e Araraquara intensificaram suas relações de trabalho e decidiram fundar o Massa Coletiva – Núcleo Cooperativo de Comunicação e Cultura.
Agora, um ano depois, é difícil e talvez nem seja necessário fazer um balanço exato das atividades, mas com certeza é importante celebrar a intensificação de um movimento que traz consigo diversas referências importantes, como a bandeira da Cultura Independente, da Economia Solidária, das Tecnologias Livres e de novas formas de se produzir Arte e Comunicação, além de toda uma realação intrínseca ligada ao Circuito Fora do Eixo. A sensação de todos é que ainda estamos no início em relação ao horizonte de propagação de nossas idéias, mensagens, expressões. Praticamente não dá nem tempo para comemorar.
Para saber mais sobre o Massa Coletiva, navegue pelo nosso portal, investigue o que já aconteceu, e vamos atualizando com o que está acontecendo. Ainda estamos na promessa de um novo site, que exponha nosso trabalho de maneira menos linear e mais integrado, como ele é realizado. Novas realizações audiovisuais e projetos artísticos integrados também começam a tomar forma.
Neste mês de outubro, participaremos dos Festivas Jambolada e Calango, respectivamente em Uberlândia e Cuiabá, além de outras atividades ligadas ao movimento de Economia Solidária na cidade de São Carlos. Em novembro, além de ir a outros Festivais espalhados por todo o país, o Massa Coletiva é parceiro na realização do Festival Rock na Estação e do Sanca Hip Hop, fincando cada vez mais a raíz na cidade, ao mesmo tempo em que soltamos os frutos pelo mundo.

foto: "Vaudeville do Século XXI" (por João Moura)